OFICINA CLOWN

Sessão Aberta em Torres Vedras| 21/nov |quinta | 19:00 - 21:00 |Cowork Torres Vedras
A sessão acontece quinta-feira, das 19:00 às 21:00, no Cowork de Torres Vedras.
Datas: 21/nov
Valor da sessão - 5€
Sessão Aberta em Odivelas| 21/nov |quinta | 19:00 - 21:00 |Xpand
A sessão acontece quinta-feira, das 19:00 às 21:00, na Xpand Odivelas.
Datas: 21/nov
Valor da sessão - contribuição voluntária
Príncipe  Real | 07/10/2019 a 09/12/2019 | semanal (2ª feira) | 19:00 - 22:00 |Cassefaz
A oficina acontece às segundas, das 19:00 às 22:00, durante 10 semanas, na Rua da Academia das Ciências, em Lisboa. As sessões estão desenhadas para que o grupo seja o mesmo do princípio ao fim. Existe um limite máximo de 10 participantes.
Datas: 07/10, 14/10, 21/10, 28/10, 04/11, 11/11, 18/11, 25/11, 02/12, 09/12
Total de horas de formação: 30h
Valor da Oficina completa - 220€

Algumas informações práticas sobre a Oficina Clown:

  • As sessões estão desenhadas para que o grupo seja o mesmo do princípio ao fim.

  • Existe um limite máximo de 10 participantes e um limite mínimo de 6 participantes em cada turma.

  • As inscrições apenas são consideradas finais após o preenchimento do formulário e pagamento do sinal de compromisso não reembolsável de 60€.

Podes ver mais informação sobre a nossa abordagem , ler alguns testemunhos ou consultar a nossa fantástica equipa de desfacilitadores.

A NOSSA ABORDAGEM

 

A Oficina Clown é um poderoso e profundo processo de auto-conhecimento que te ajudará a conhecer melhor a criança genuína e espontânea que ainda és, com toda a tua energia e curiosidade.

As pessoas que participam nas nossas oficinas relatam:

  • um aumento da alegria no dia-a-dia e uma descomplicação da vida

  • um reencontro com a sua espontaneidade

  • um reavivar do olhar curioso sobre si e sobre o que as rodeia

  • uma redescoberta de novas e velhas partes de si, das suas emoções e sensações no corpo.

Nós utilizamos a técnica de clown (técnica de palhaço) como ferramenta base da oficina, pela aceitação que o palhaço tem de tudo o que lhe acontece fora e dentro de si. E também porque adoramos rir!

 

Mas a oficina não se fica pelo clown, utilizamos também a dança e a meditação ativa como veículos de exploração e partilha. Como o Ricardo gosta de dizer, estar em clown é estar num estado meditativo.

 

A oficina está construída em 3 fases:

  1. No início o objectivo é co-criarmos um espaço seguro, sem julgamentos, onde todos podemos ser imperfeitos, tal como já somos.

  2. Depois exploramos o que é estar em contacto comigo mesmo e como é que o clown vive dessa partilha genuína do que sente.

  3. No final trazemos a nossa vida para o clown e o clown para a nossa vida. Abordamos as nossas dúvidas existenciais e práticas, os nossos problemas, e o que sentimos no dia a dia.

 

Ao longo da oficina podes ainda contar com um espaço de experimentação, em que vais brincar com estar no palco, com olhar nos olhos das pessoas e com a experiência do fracasso e do sucesso. Vais fracassar como só o palhaço sabe fracassar e chegar ao êxtase.

Perguntas Frequentes:

P: Posso fazer o pagamento faseado?

R: Sim, é possível fasear o pagamento da oficina sem qualquer custo adicional.

P: Estou na dúvida se me devo inscrever nas mesma turma que @ meu/minha amig@ ou companheir@?

R: Já tivemos vários amigos e casais a frequentarem a mesma turma e o feedback que temos até agora é muito positivo relativamente à transformação na relação e à partilha de mais um espaço em comum. Acreditamos que cada um sentirá o que é certo para si.

P: Eu sou uma pessoa tímida, acham que este trabalho é para mim?

R: Cada pessoa faz um percurso diferente do outro, e a oficina está desenhada para ter esse espaço, por outro lado, parte do trabalho que fazemos é construir um espaço seguro onde todos se sintam seguros para se poderem explorar.

P: Quem vai (des)facilitar a Oficina que vou frequentar?

R: Todas as oficinas têm uma equipa de 2 (des)facilitadores com formação específica no processo da OficinaClown. Todas as oficinas seguem a mesma estrutura base existindo um acompanhamento do processo de facilitação pelos afundadores ao longo da oficina. Faz parte da nossa filosofia que não seja relevante quem a facilita, sendo o nosso compromisso que tod@s @s desfacilitadores estejam à altura do processo. Após a inscrição na oficina enviamos um email com todas as informações, incluindo quem serão @s desfacilitadores.

P: O conteúdo da oficina é o mesmo em Lisboa e no Porto?

R: Sim, embora no Porto sejam apenas 5 sessões, cada sessão é dupla, por isso têm uma duração maior.

P: Eu não quero ser palhaç@ e até tenho medo de palhaç@s, faz sentido fazer a oficina?

R: Este não é um processo de desenvolvimento artístico, mas sim um processo de exploração pessoal. Tudo o que usamos é a técnica de palhaço e o nariz vermelho como máscara.

P: Já sei que não vou poder estar presente em algumas sessões, vale a pena inscrever-me?

R: O processo está desenhado contando com esse facto. Em 10 sessões é comum todas as pessoas terem 1 a 3 sessões onde não podem estar presentes. Mais do que isso não recomendamos.

OS ESPAÇOS QUE NOS ACOLHEM

Em Lisboa a oficina decorre nas instalações da cassefaz, mesmo no centro de Lisboa, a 3 minutos a pé do Principe Real.

Rua Academia das Ciências 24C, Lisboa

No Areeiro a oficina decorre nas instalações da Escola do Amor, a 5 minutos a pé da estação de metro Areeiro.

Rua Sarmento Beires 45B, Areeiro

 

TESTEMUNHOS

 
Em geral,  qual foi o teu grau de satisfação com a oficina?

4.85

Average rating

"Simplesmente não queria largar mais essa oficina. Me sinto muito livre no espaço do clown e queria estar o tempo todo brincando naquele espaço. Vivo em Braga e em nenhum momento me deu preguiça de ir ao Porto para fazer a oficina. Pelo contrário, contava os dias para que chegasse o momento da oficina."

 

Jairo, Investigador, 29 anos

"Para mim e para o meu desenvolvimento pessoal foi das melhores coisas que já fiz, adorei mesmo, força com o excelente trabalho."

 

Filipe, Restauração, 27 anos

"A participação na oficina clown permitiu ter uma maior autoconsciência das minhas caraterísticas pessoais e refletir sobre as mesmas. Encorajar-me a ser uma pessoa mais autoconfiante, assertiva, divertida e arriscar mais!!"

 

Sofia, Psicomotricista, 25 anos

"Diria que foi como mergulhar a minha mão no peito e retirar um dos rabiscos de papel que transporto, selados; depois oferece-los, como quem envia um postal nos dias certos, a quem partilha uma viagem connosco."

 

João, Engenheiro Informático, 36 anos

"Participar na oficina de clown foi uma experiência inesquecível! Ri, saltei, pulei, dancei, refleti, meditei, chorei, abracei, sorri... dei-me tempo para me conhecer e me experimentar. Tempo para mim! Sinto que me transformei! :)"

 

Ester, Gestora de projetos sociais, 32 anos

"Foi uma viagem maravilhosa às minhas profundezas: pensamentos, sentimentos e sonhos. Hei-de repetir ;-)"

 

Pedro, Diretor Comercial, 39 anos

"Aqui eu sou feliz. 

Contruímos entre nós um espaço/convite para cortar a corda que nos prende às regras de sempre. Aos poucos despertamos para o que há de belo, simples e espontâneo em nós. E aprendes com o Rodrigo e o Ricardo o verdadeiro sentido de 'está tudo certo'.

Eu já vos disse...que aqui sou Feliz? "

 

Margarida, Consultora de RH, 31 anos

"Certamente que após o curso de palhaço nada será como dantes. A minha percepção de espaço mudou. É bem visível em mim a alterações benéficas e o impacto que cada sessão teve. Poderia poetizar a coisa mas, para quê? Cada um de nós mostrou o que tinha e nada mais. Mas, foi este nada mais que se transformou em algo fantástico e energizante a vontade de sentir que o nada me amedronta e ao mesmo tempo me atrai."

 

Isabel, Bibliotecária, 49 anos

"A minha evolução foi magnífica. Em cada sessão saía completamente eufórica e a pensar mil coisas diferentes, com uma energia positiva infindável. Cheguei à oficina encurralada numa caixa muito pequenina... Saí completamente liberta. Embrenhada numa emoção e numa sensação que espero nunca esquecer. Saí poderosa, cheia de garra! Capaz de deitar abaixo qualquer barreira, aos saltinhos, feliz e contente como uma criança inocente. :)"

Joana, Consultora Informática, 30 anos

"This was my first clown course. For me it was more a school of life than a formal or technical course. It was a special opportunity to grow up and focus on my inner part through the experiences shared with the other participants. By the end, I did not expect to feel so comfortable with my clown."

 

Valentina, 33 anos